A Força Que Molda o Teu Corpo e a Tua Vida!

Muitas vezes ouço as pessoas a falar das mudanças que querem fazer nas suas vidas, como perder barriga, perder peso, deixar de fumar, produzir mais, ter uma alimentação saudável, acordar mais cedo para aproveitar mais o dia, etc.. Mas não conseguem cumpri-las. Sentem-se frustadas, porque sabem que precisam de agir, mas não conseguem fazê-lo. Há um motivo para isso, continuam a tentar mudar o seu comportamento, ou seja o efeito, em vez de mudar a causa dele. Qual é a causa desse comportamento?

Apresento-te, “O Principio da Dor e Prazer”. Esta é a única força motriz por trás de todo o comportamento humano.

More...

"O PRINCIPIO DA DOR E DO PRAZER"

Todo e qualquer comportamento humano é feito sempre pela necessidade de evitar a dor ou pelo desejo de buscar o prazer. Compreender este principio, vai permitir que consigas orientar os teus comportamentos em teu beneficio em vez do teu prejuizo.

Este é um método muito eficaz, que uso numa fase inicial, com alguns dos meus clientes de coaching online, quando percebo que ainda não fizeram o click mental, para mudar os seus comportamentos.

Vamos então perceber um pouco melhor como isto funciona e como por em prática…

O que te impede de ter o corpo e a vida que imaginaste?

Apesar de saberes, o prazer que irás ter em viver como imaginas, não ages, simplesmente porque,  naquele momento associas mais dor a fazer o que é necessário, do que a dor que sentes ao perder a oportunidade de realizar o que pretendes.

Vamos imaginar que tens como objectivo perder peso. Tu já sabes o que necessitas de fazer para ficar em forma, que é, gastar mais calorias do que as que ingeres, ou seja comer saudável e treinar. Então porque razão não o fazes? Simples, porque a dor de ficar em forma é superior à dor que sentes, de não estar em forma, ou por outro lado, o prazer que te dá ficar sentado a ver televisão, comer batatas fritas e doces é muito superior ao prazer de te olhares ao espelho e gostar do que vês.

OFERTA: 10 Estratégias Para Queimar Mais Gordura! 

Coloca o teu nome e email em baixo, para receber o guia, com estratégias eficientes e cientificamente comprovadas para queimar mais gordura e ficar com abdominal definido!

Para a maioria das pessoas a perda é muito superior ao desejo do ganho. Queres ficar em forma, mas não estás disposto(a) a deixar de comer o que comes ou a deixar o comodismo da cama ou do sofá.

Porque é que as pessoas sentem dor, mas não conseguem mudar?

Olhas ao espelho e não gostas da imagem que vês, gostarias de perder peso, correr e não te cansar com tanta facilidade, viver uma vida mais activa, mas simplesmente não o consegues fazer, e porquê? Estás a sentir dor, mas a dor ainda não é suficientemente grande, ou superior ao prazer do comodismo de fazer o que tens feito até agora.

Quando é que irás mudar, verdadeiramente?

Quando chegares ao limiar emocional da dor, ou seja quando a dor que sentires for tão grande (superior ao prazer do comodismo), que te vais sentir na necessidade urgente de mudar. Quando chegar esse momento, vais mudar os teus comportamentos de forma a conseguir o que queres.

Podes ver isso de uma forma muito fácil com as pessoas que fumam e querem deixar de fumar. Muitas vezes só deixam de fumar, quando apanham um susto grande e vão para o hospital.

Alguns dos meus clientes de coaching online, referem que o momento em que decidiram procurar a minha ajuda para começar a treinar e ter uma alimentação saudável, foi quando já não suportavam mais a dor nos joelhos, o marido ou mulher a perder o desejo sexual por ela/ele, ver aquilo foram e o que são, estar sempre cansado(a), treinar e não ver resultados, etc… as razões são variadas, cada pessoa tem as suas razões para mudar, mas a caracteristica comum na mudança de todas essas pessoas deve-se, a sentir uma dor suficientemente grande, para estar disposto a fazer o necessário para a mudança.

Aquilo a que associamos dor ou prazer, molda a nossa vida

Se ligarmos uma dor imensa a um comportamento ou padrão emocional, evitaremos a todo o custo, entregar-nos. É por isso que grande parte das pessoas que quer ficar em forma, nunca o consegue, porque associam o ter de treinar e comer saudável, como um grande esforço (dor) que têm de passar para chegar onde querem. Para além disso, sentem também uma dor enorme de ter que abdicar dos alimentos que tanto gostam. Para conseguir fazer uma mudança significativa e duradoura, temos de associar dor ao consumo desses alimentos, para nem sequer o desejarmos e de associar prazer ao consumo de alimentos nutritivos.

Qualquer pessoa que está em forma, sente prazer em treinar e comer saudável. No meu caso em particular, quando estou prestes a fazer um desvio, pondero se isso me vai causar prazer suficiente que justifique a dor que me vai causar em termos de estragos no corpo - Falei melhor sobre isso no artigo “Principio do Custo-Benefício”, em como podes colocar este principio a teu favor, para te manteres fiel a uma alimentação saudável e não fugires da linha tantas vezes

Se queremos assumir controlo das nossas vidas, devemos aprender a associar uma dor tão grande, aos comportamentos que queremos suspender, de forma a que nunca mais os consideramos e devemos aprender a associar um grande prazer ao novo comportamento que desejamos. Através da repetição estes comportamentos entram no nosso intimo, tornam-se um hábito, e como lavar os dentes, estes tornam-se automáticos.

Nós não somos impulsionados pela realidade, mas, pela nossa percepção da realidade!

Não é a dor que nos impulsiona, mas sim o medo de que algo nos conduza à dor, assim como não é o prazer que nos impulsiona, mas sim a convicção de que tomar uma determinada acção, levará ao prazer.

A forma como percepcionas a realidade é o truque para conseguir mudar comportamentos. Se acreditares que comer saudável vai ser um enorme sacrificio, então é isso que vai ser. Mas se pensares que comer saudável, vai fazer-te tomar controlo da tua vida, vai fazer-te sentir com energia, vai fazer-te sentir bem com o teu corpo, já estamos a falar em prazer. Estás a olhar para uma realidade de diferentes maneiras. A verdadeira realidade, vai ser aquela que tu queres ver.

Baseia as tuas decisões a longo prazo e não a curto prazo

O problema da maioria de nós é que baseia as suas decisões sempre a curto prazo e nunca a longo prazo. Uma pessoa obesa, pensa sempre com o coração e no prazer que as batatas fritas ou doces lhe dão naquele momento, mas não pensa com o coração nas consequências das suas decisões a longo prazo. Por isso é que muitas pessoas fazem os mesmos comportamentos durante anos e de um dia para o outro, como se por magia, reparam que de repente ficaram obesas. Se essas pessoas sentissem com o coração, a gravidade das suas acções, projectando-se no futuro, iriam concerteza mudar os seus comportamentos para su beneficio.

Grande parte das vezes o prazer potencial de um corpo em forma é superado pela dor a curto prazo das privações de uma dieta e cansaço pelo exercicio físico. A curto prazo evitamos a dor de nos privarmos do que gostamos e nos faz mal, por isso entregamos-nos ao prazer de comer um pacote de batatas fritas e beber uma CocaCola. No entanto a longo prazo vamos-nos sentindo cada vez pior com a nossa imagem e com a nossa saúde, cada vez temos menos energia e vitalidade, começam aparecer doenças degenerativas, etc…

Se queres ficar em forma, precisas de passar por uma pequena dor a curto prazo, até que a repetição, vai transformar num hábito que se torna um prazer.

DESPERTA "O PRINCIPIO DA DOR E DO PRAZER"

Para despertar o principio da dor e do prazer, existem vários passos que tens de seguir, que são:

1. Escreve a ação que precisas de fazer e tens vindo a adiar.

De seguida coloca as seguintes questões:

2. Porque não fiz nada? No passado que dor associei a esse tipo de comportamento?

3. Que prazer que senti no passado por fazer essa acção?

4. O que me custará, daqui a 1, 5 ou 10anos se não mudar agora?

5. Como é que isso me faz sentir? Descreve com minuncia todos os sentimentos, e sente com o coração, sente com grande empatia as consequências do futuro

6. Qual é o conjunto de prazeres que vou obter ao tomar essa acção imediatamente?

?

Notas importantes:

Lembra-te que os nossos comportamentos são impulsionados pelas nossas emoções. Por isso responde com sinceridade e coloca o máximo de emoções em todas essas perguntas. Responde o mais completo e extenso possivel, para que as respostas te cheguem à alma.

Lê as tuas respostas e sente com o coração, deixa-te tocar pelas tuas próprias respostas e muda os comportamentos que queres mudar.

O que queres ser daqui a 1 ano, 5 anos ou 10 anos?

A grande questão que deves colocar a ti mesmo é, o que queres ser daqui a um ano, 5 anos ou 10 anos? Queres continuar a resignar-te com aquilo que tens sido, a degradar a tua saúde, a viver uma pequena parte da vida que és capaz, ou queres transformar o teu corpo por completo, ser um exemplo de sucesso, melhorar a tua saúde, realizar o teu verdadeiro potencial e viver a vida ao máximo? Inscreve-te no meu programa de coaching online, e vê o teu corpo e a tua vida a mudar por completo.

Espero que tenhas gostado deste artigo. Se achaste o conteúdo interessante, partilha com os teus amigos através das redes socias e ajuda-me a inspirar mais pessoas.

Ricardo Vidal
 

Olá, eu sou o Ricardo Vidal, criador do XtraFit e sou um apaixonado por treino e nutrição. Eu acredito que todas as pessoas podem atingir o corpo dos seus sonhos, desde que orientadas no caminho certo. É isso que faço com este blog e com o meu programa de coaching online.

>